domingo, 22 de abril de 2012

Solidão


Por mareantes águas de sentir
Vais navegando
Dispersos pensamentos
São os ventos que te movem
O sol-pôr de cada dia
É a estrela tua guia
Amante noite
Para tua companhia
Na solidão
De um tempo vazio
Feito de nada
Em que vagueias perdida
Por errante estrada
Nas multidões que te envolvem
Sem que as vejas ou sintas
A solidão que sentes
No abraço da noite
Teus sonhos vais desenhando



Para a B.
.

  • Foto : Beatrisa
  • Sem comentários:

    Enviar um comentário

    Seguidores