sábado, 14 de novembro de 2015

segredos

Mira Nedyalkova

Todos têm segredos
Coragens, orgulhos, medos
Em cada um existe
O herói e o vilão
Que vai dizendo que sim
Sabendo dizer não
O tempo que o tempo leva
É o mesmo que tempo trás
Que parecendo igual
Se torna diferente
Esquecendo o que sentiu
Nas recordações
Do quanto sente
Albergando regresso de memórias
Que se tornam turbilhão
Vivido no presente

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

perfume

Magdalena MadZ

Nem o sol
Nem a lua
Escondem os seus defeitos
De virtudes escassa
Fluente na atitude
Da verdade nua e crua
Que se ergue
Nas palavras
Ditas por amor ou azedume
Em permanente fogueira de paixões
Nascidas de uma vida vazia
Em constante procura
Do odor de um novo perfume

Seguidores