sábado, 22 de novembro de 2014

recordas

Hossein Zare

E te vais perguntar em poucos anos
Onde os sonhos que
Sulcavam teus desejos
No doce amargo
De meigas palavras ouvidas em qualquer canto
Que escrevias no diário
Do teu sentir
Quando alguém partindo
Fica em ti sentido
No abrigo de um abraço
Em fúria louca
Humedecia tua boca
Rasgava tuas entranhas
Estremeces
São momentos vividos
Que jamais esqueces

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Um dia


E num dia cinzento
            …hoje esteve um dia cinzento
Pingos de chuva
Molhando ilusões
            … divagando pensando em tudo e nada
Que nos levam
A tempos idos
            … pensando que tempos houve
Em que combinámos
Encontro em local nenhum
            … em que desejando estarmos
E encontrando-nos
Perdemo-nos de nós
            … estivemos sempre sós

Seguidores