quarta-feira, 30 de setembro de 2015

distância

Katia Chausheva

Fui-me afastando
Sem saber que o que nos separa
Não são os passos dados
Mas os caminhos que não percorremos

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Abraço



Quado me sinto triste e de alma cansada
Quando o coração pesa e tudo perde o sentido
Eu paro e olho o Céu imenso
E sinto-Te a meu lado
Dás-me força para galgar montanhas
Elevas-me para andar sobre o mar
Em Teus ombros me levas
Dás-me forças para eu me levantar
E o meu coração Vens alcançar
Elevas-me para alcançar mais do que julgava conseguir
Não há vida sem acreditar em Ti
Meu coração bate de forma imperfeita
Mas Tu chegas e eu me erguendo Te abraço
E em Ti creio encontrar a eternidade

domingo, 20 de setembro de 2015

Adeus

TJ Scott

As areias húmidas da praia
Afagam pensamentos
Que os olhares buscam
No mar imenso
Nas desmaiadas ondas
Que banhando descalços pés
Arrefecem sentimentos
No cansaço da espera
Enviando para recônditos lugares
De memórias perdidas
Recordações de vãs esperanças
Que aos poucos vão morrendo
Num adeus amigo
E de saudade sentido

domingo, 6 de setembro de 2015

Sem nome

Laura Makabresku

Da ponte da madrugada
De imaginários ninhos
Saltam pássaros
Abrindo as asas aos ventos de norte
Carregando frio cortante
Qual cutelo de afiado gume
Degola impiedosamente
Os sonhos de liberdade e aventura
Calando o chilrear das alegrias
Da sinfonia das folhas das árvores
Na floresta dos amores
Um dia encontrados
E por atalhos perdidos
Foram decapitados

sábado, 5 de setembro de 2015

Fim

Laura Makabresku

Desce-se
No início lentamente
Depois
Depois a inclinação vai sendo  mais ingreme
A impulsão da força da gravidade
Aumenta a velocidade
Sem a percepção do que acontece
A distância aumenta
Perdem-se horizontes
E o inicialmente expectável
Começa a ser irrealizável
As vontades enfraquecem
Os desejos vão decaindo
Até que um dia, uma noite
Algures
Acordamos e
Nasce a certeza de que algo se finou

Seguidores