quarta-feira, 18 de abril de 2012

Força


Todos temos nossos fantasmas
Forças que são fraquezas
Fraquezas que são nossas armas
Em tempo incerto estamos
No futuro em que nos vemos
Sabendo a quem a amamos
Sabemos a quem queremos
Sermos sempre amados
Qual flor de jardim florido
Teremos sempre um amor
Por quem nos é querido
No amor nos encontramos
E ao amarmos damos tudo
Sabendo que amamos
Já julgamos saber tudo
E de tudo o que sabemos
Do quanto ignoramos
Àqueles a quem queremos
Por amor nos entregamos
Sermos capazes de amar
E de nós nos esquecermos
No amor nós encontramos
A força com que vencemos
Força que é fraqueza
Fraqueza que é nossa arma
Por amor cada um tem
O seu próprio fantasma.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores