quinta-feira, 14 de junho de 2012

guardo




guardo comigo os sonhos ,
em que consigo reinventar o teu corpo
até te perder de vista
e acordar
nas águas da minha solidão
e sentir que ainda te sonho
e quero.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores