quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Rosa

Alisa Wilcher


De olhos fechados
Acordada
Teus olhos vêem uma rosa
Reluzente pela manhã
Pelo brilho do orvalho
Gotas depositadas em suas pétalas
Pela noite
De amantes sonhos
De vermelhas rosas
Sangue de vida que corre
No sonho de teus amores
E esperas ter em ti
O voo de bandos de aves
Com asas de pétalas de rosa
De toque aveludado
E voas
Voa sempre
Que tua rosa encontrarás

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores