quarta-feira, 30 de julho de 2014

ausência


os dias sabem
a sol
a mar
e a areia entre os meus dedos.

escrevo na saudade
escondida no olhar
e na urgência em dizer
as palavras que estão por dizer.

1 comentário:

Seguidores