sábado, 24 de agosto de 2013

navego

navego na tua ausência
onde me perdi
sempre
em todas as viagens
em que como um naufrago
aporto no teu porto
que é o teu olhar.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores