segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Procuro-te


Procuro-te
Por estradas e caminhos
Por veredas e atalhos
Sigo as pistas mais recentes
Que deixas ao passar
Segues lenta, insegura
No desejo  
Que eu te vá encontrar.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores