quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

deixas-te

 Claudine  B.


Deixas-te a tua presença entranhada,
nas noites em que derramas-te o fogo,
nas alvoradas dum tempo,
que foi apenas nosso.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores