quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Salto




Ouve-se o som de uma batida
Salta-se o muro dos pensamentos
Nasce uma luz que se desenha
Num espaço inconsciente
O teu corpo incandescente
Pelo calor dos dedos meus
Percorrendo os teus sentidos
Na leveza da tua pele
Tremores de prazer
Saem de ti
No encontro dos nossos corpos
Na mistura dos sons
Que se sussurram
Entro em teus caminhos
Em cascata de prazer.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores