quarta-feira, 7 de novembro de 2012

A caminho de ti


Surge lenta, indolente
Em tons cinza,
É a noite que cai
Nesta cidade de mim
De vastas nuvens dançando
A miudinha chuva desliza
Em doces gotas
Trespassando-me os sentidos
Encharcando-me o sentir
De querer estar em ti
Com passos lentos vagueio
Pelas ruas das ideias
Sentido a ténue brisa de um sorriso
Que me envolve e acaricia
Pelo rio das emoções
Que a ti me conduzem
.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores